quarta-feira, 4 de março de 2009

Bela robotização



São inúmeras as vezes em que os filmes de animação suplantam os limites da realidade, enviando mensagens subliminares que fazem com que olhemos para o planeta de uma forma diferente. É o caso de WALL*E, um filme que, mais do que reforçar a ideia futurista de robots humanizados, alerta para o perigo da robotização da humanidade, decidida a trocar a beleza do meio natural por um mundo de artifícios técnicos onde não há lugar - nem paciência - para o movimento físico. 7,5 cubos de lixo tecnológico em 10.

1 comentário:

Paulo disse...

Curti imenso este filme. Pode parecer de loucos, mas o Wall.e remete-me para os imaginários de Borges e Homero.
Sabes, continuo a ouvir o M. Jackson quando entro no teu blog... Muito Estrrranho!
Então não gostaste da fita da Boyle, pá?! És mesmo um intelectual de esquerda.